quarta-feira, 14 de abril de 2010

florida

seu vestido estampado, seus cabelos frescos com cheiro de xampú de pêssego.
ela cheira a frutas: pêssego nos cabelos, morango na pele. dá vontade de morder.
ela rouba a cena, na mesa, entre os amigos. quando cruza as pernas todos os olhares se distraem do rolar da bola na tela da tv.
é impossível não acompanhar suas mãos pelos cabelos. é impossível não desejar receber os beijos que ela dá a ele. ela entrega carinho com os lábios. e sorri, exalando esse amor que guardou por toda a vida, só pra ele.

ela guarda toda a timidez no sorriso delicado e nas mãos entrelaçadas umas às outras. e distribui no corpo todo o desejo e o encanto de ser um jardim.

9 comentários:

Luna Sanchez disse...

Que coisa mais linda!

Imaginei toda a cena, e vi essa moça sorriso-pomar. ^^

Beijoquinhas.

ℓυηα

Michele disse...

Que texto lindo e doce, Carol!
Adorei essa moça desenhada entre linhas!

Um beijo e boa noite!

Nathy disse...

Muito lindo seu texto. Sensível e belo! :)

Gabriela F. disse...

Adoorei o blog. Texto muito lindo
:*

Rebeca Amaral disse...

Que lindo, que doce!

Amei!

Beijão, flor!

Rebeca Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodolpho Padovani disse...

Onde está essa moça?? hahaha
Muito bom o texto, cheio de detalhes e cheiros... gostei msm, tô seguindo...
volto mais vezes...
Bjs

Michele disse...

Carol, aquelas nuvens não estão em casa, não! Pena! Porque embora abrir a janela e olhar o céu seja algo extremamente prazeroso, nada como ter o seu próprio céu! haha

Acho que elas são presas ao teto com fios de nylon! Há criatividade pra tudo nesse mundo! :P

Beijos, bom findi!
;)

.M disse...

Carooooool! Acho que é a primeira vez que venho aqui e me identifiquei tanto! Que delicadeza de moça (piscianas são fofas, beijos...hahhahaha).
Beijocas e bom feriado!